post

TODO CUIDADO É POUCO QUANDO O ASSUNTO É CABELO, FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE DIZ RESPEITO AO ASSUNTO.

O objetivo deste artigo é trazer informações que te ajudarão a cuidar melhor da sua saúde capilar, trazendo conforto e melhorando sua autoestima. 

Várias pessoas investem muito tempo, cuidado e dinheiro para garantir que seus cabelos tenham uma boa aparência. Infelizmente, se os fios forem “super processados”, ou seja, passarem por uma sobreposição de processos químicos com frequência, tais como, alisamento, coloração, mechas ou ainda usar ferramentas térmicas todos os dias, como secador, prancha e babyliss, por exemplo, ele certamente terá algum tipo de dano.

Sabemos que, procedimentos de transformações capilares: permanentes, tinturas de cabelo, alisantes, processo de descoloração, entre outros, contém diversos produtos químicos. Quando estes produtos são aplicados por profissionais treinados, o dano pode ser significativamente menor. Já, se for ao contrário, ou seja, sem o devido cuidado e produtos com baixa qualidade, o dano químico pode se tornar irreversível, comprometendo a resistência dos fios causando porosidade, aspereza, ressecamento, falta de brilho, quebra e o pior de tudo, a queda.

Vai clarear, cortar, alisar, clarear, colorir ou descolorir os fios? 

Para o bem de seu cabelo, separamos 6 dicas importantes:
1) PROFISSIONAIS CAPACITADOS. A melhor maneira de encontrar um bom profissional ainda é através do boca a boca! Busque por indicações ou recomendações. Use a mídia social: com apenas um clique você pode ver todo o portfólio de um profissional da beleza e ver se seu trabalho se parece com algo que você procura e usaria, sem agredir os fios.

2) PRODUTOS DE QUALIDADE. Busque por locais e profissionais atualizados e capacitados. Atualmente existem acessórios, técnicas e produtos compatíveis com a saúde capilar que não danificam o cabelo e proporcionam um resultado positivo e satisfatório. 

3) INTERVALO IDEAL ENTRE AS QUÍMICAS. Converse com seu cabelereiro e saiba se seu cabelo está em boas condições para encarar outro processo químico.

4) PROTEJA DO SOL E EVITE A PISCINA. Além da pele, os fios sofrem alterações devido à radiação solar. Não exponha os fios aos raios UV sem utilizar protetor solar específicos para os cabelos, pois a tintura e a química oxidarão mais rapidamente, além de acelerar o processo de ressecamento dos fios.

5) AVALIAÇÃO INICIAL. Exames capilares podem ajudar a testar a qualidade dos fios dos cabelos, permitindo uma avaliação objetiva e direcionada para os tratamentos e cuidados específicos a serem tomados. Estes exames trarão mais segurança para você e ao profissional. Mencione todo o histórico de química já realizada, conte como arruma seu cabelo diariamente e quais produtos você usa. 

6) TESTE PARA MECHAS. Peça para seu cabeleireiro realizar um teste para mechas no seu cabelo, caso ele não o faça. É importante que se tenha um bom conhecimento de como se comporta seu cabelo a cada procedimento químico e reconhecer se está em condição para receber outro procedimento químico.

E então, curtiu as dicas? Todo cuidado é pouco quando se trata de nosso cabelo, não é mesmo? 

Obrigada por chegar até aqui com sua leitura e até o próximo conteúdo! 

enlightenedI9 com a gente e até o próximo conteúdo!